quinta-feira, 14 de maio de 2015

Escritos de Outono já está disponível em e-book!


terça-feira, 12 de maio de 2015

Sinopse



Uma escritora que não consegue pagar as contas com a literatura, um ator de teatro engajado e um filósofo clínico que ensina estética numa sala emprestada pela Universidade, encontram-se neste romance breve e reflexivo sobre a identidade humana.
 
Ambientado na estação do Outono, a obra leva o leitor a questionar sua significância num mundo repleto de imagens forjadas.
 
A abstinência literária e o uso imoderado das palavras apresentam-se, paradoxalmente, como duas possibilidades eficazes no tratamento de sonhadores crônicos.
 
A arte Renascentista, a música vienense e a literatura europeia amenizam a dor dos personagens e ajudam a trazer de volta todas as cores que, subitamente, parecem lhes ter escapado.
 
Tamara Ramos mescla arte literária, ensaio e filosofia numa narrativa poética intrincada, influenciada pela estilística dos autores húngaros, tchecos e austríacos, como Peter Handke e Dezsó Kosztolányi.

Escritos de Outono



quinta-feira, 7 de maio de 2015

#escritosdeoutono


 
 
"Será que é mesmo possível pagar as contas com palavras usadas?
 
 Que diabo de profissão foi essa que eu arranjei?"
 
 
 
  Maio/2015 

terça-feira, 5 de maio de 2015

Em Maio...


 

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Palestra sobre linguística na Wizard de Santos/SP



 


No dia 24/04, ministrei uma palestra para os professores de idiomas na unidade da Wizard, em Santos/SP. Os temas abordados foram: linguística, teorias da linguagem, técnicas usadas pelos poliglotas para acelerar a aprendizagem de um novo idioma, neurociência da aprendizagem e modos de retenção individual de conteúdo. Aproveitei também para compartilhar com os professores minha paixão pelos cursos online oferecidos por plataformas de ponta como o Coursera, o EDx e o Future Learn. Agradeço a toda a equipe da Wizard pela oportunidade de compartilhar meus saberes com meus colegas, professores de inglês. ;) 

domingo, 3 de maio de 2015

#escritosdeoutono

"Escritos de Outono" será lançado na segunda semana de maio, mas eu simplesmente não consigo botar um ponto final definitivo nele. Revisar essa obra é como estar em contato diário com meus piores pesadelos em plena luz do dia, sem ter ninguém para me socorrer ou consolar. Trazer à público meus medos, frustrações, fracassos pessoais e ansiedade não foi uma escolha fácil de se fazer, mas acho que algumas histórias devem ser contadas e compartilhadas, principalmente, quando há algo de extremamente honesto e humano nelas.  
 
E como diz um dos trechos do livro:
 
 
"(...) quem pode condenar uma história real sob os parâmetros das regras linguísticas? Quem pode chamar de literatura os desabafos de um diário? Quem pode condenar qualquer escritor por tentar colocar em ordem não cronológica seus desafios humanos?"    
 
 

"Escritos" está também marcado pelo estudo que venho fazendo da literatura austríaca, tcheca e húngara desde que morei na Europa, em 2011. Autores como Peter Handke, Milan Kundera, Antal Szerb, Kostolányi e Krúdy, são influências fortes nessa obra atual, trazendo um tempero filosófico à narrativa. "Escritos de Outono" apresenta um texto enxuto, repleto de frases curtas - como é característica dos meus outros livros e estilo pessoal - mas, sinto que aqui meu pensamento foi atingido pelas impressões que recebi desses autores, que acabaram conquistando um confortável (e respeitável) espaço na minha mesa de cabeceira.
 
"Escritos" é uma obra intimista, escrita durante dois Outonos (2014/2015), onde a ficção e a realidade se misturam tanto que é impossível saber se estamos em contato com um fato real ou um devaneio puramente artístico. Outra característica do livro é o baixo grau da temperatura. O frio tornou-se um personagem vivo do livro, cuja ausência inviabilizaria a experiência da obra.
 
A versão em e-book de "Escritos de Outono" está prevista para a segunda semana de Maio/15, e a tiragem impressa, com edição limitada, sairá no início de Junho.