sábado, 28 de dezembro de 2013

2013/2014















Me preparando para a última sessão de fotos de 2013.
Já organizando os lançamentos de 2014...

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL!

Desejo a todos os leitores do blog um Feliz Natal!

Esse ano foi muito especial para mim e para o blog. Alcançamos a meta dos 50.000 acessos (estamos a caminho dos 100.000 agora!), recebi muitas fotos legais dos leitores que adquiriram os livros, o blog foi indicado pela 4ª vez ao Top Blog e conquistamos novos parceiros maravilhosos!
Por isso só tenho bons motivos para abrir uma champagne e brindar nesse natal! Luz e paz para todos!

Tamara Ramos

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

O kindle pink de Miki de Goodaboom!




A artista plástica e parceria querida, Miki de Goodaboom, estava ansiosa para ler o meu livro UM NEURÓTICO NO DIVÃ. Assim que foi lançado em ebook pela Amazon.com, ela correu para comprar o dela. E agora há pouco recebi essa foto fantástica do kindle pink da Miki ao lado de sua paleta de tintas coloridas! É legal demais ver nosso trabalho ganhando o mundo inteiro! Valeu, Miki, amei! :)

Meus livros correndo o mundo!




Com menos de 1 semana de lançamento, os ebooks dos meus livros publicados na Amazon já estão correndo o mundo. Hoje recebi essas fotos lindas de uma leitora lá dos Estados Unidos, a Elinor Choate, que registrou a imagem das capas em seu tablet. O legal da Amazon é que ela disponibiliza os livros para vários países encurtando a distância entre os escritores e os leitores. Adorei as fotos, Elinor, valeu! ;)  

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Livro impresso x E-book: O milagre da Amazon


 
 
Minha carreira literária se iniciou da forma mais tradicional e comum que se conhece: anos escrevendo e guardando meus escritos na gaveta, depois anos tentando conseguir uma publicação em editoras de grande porte, anos divulgando meu trabalho no blog e nas redes sociais, e por aí foi...
 
Outro dia ouvi uma autora dizendo que "o sucesso que chega da noite para o dia levou uma década para ser alcançado". Nada mais correto do que essa afirmação. Ninguém vira uma JK Rowling da noite para o dia, nem mesmo a própria JK Rowling! Quem conhece a sua história - e a essa altura acho difícil encontrar alguém que não conheça - sabe a dureza que autora de Harry Potter enfrentou por aproximadamente sete anos até que a sua sorte mudasse.
 
Porém, no nosso tempo atual, nem todos os autores precisam passar por isso. A tecnologia avançou vertiginosamente, abrindo fronteiras e oportunidades jamais imaginadas. Uma das maiores revoluções de todos os tempos veio com o advento da internet. Além de encurtar a distância de todas as pessoas num único clique, ainda permitiu que um arsenal imenso de informações fossem disponibilizados sem ocupar espaço físico nenhum. E para nós, autores, essas mudanças globais nos meios de comunicação são tão atraentes quanto O país das maravilhas para a Alice de Lewis Carol.
 
Pois bem, após muito pesquisar (sou viciada em pesquisas e leio tudo MESMO sobre os assuntos que me interessam), cheguei à seguinte conclusão: essa é a melhor época de todos os tempos para quem lida com trabalhos criativos. Esse momento não é só bom para os escritores, mas também para os pintores, estilistas, músicos e mais uma gama infinita de profissionais que lidam com arte. Como sou escritora vou me ater mais a essa área de atuação, mas você pode ler esse post traduzindo a palavra "autor" por qualquer outra que encaixe na sua área.
 
Ontem publiquei meu primeiro ebook na Amazon. Como primeira experiência, lancei meu último livro editado, IRINA BLOOM (foto acima). Antes de publicar e divulgar, fiz uma enquete no meu facebook para ver qual era a preferência dos leitores entre duas opções: livro impresso e ebook. O resultado não me surpreendeu: 95% dos leitores ainda preferem os livros impressos. Mas creio que isso seja falta de costume e de conhecimento sobre as maravilhas do mundo editorial digital.
 
Para começar, a Amazon, e também outras plataformas digitais, é um verdadeiro grito de liberdade para o autor. Com o programa KDP (Kindle Digital Publishing), qualquer pessoa pode escrever, editar, publicar e comercializar seus livros sem intermediários. Literalmente acabou o problema de espera e frustração diante das negativas - e também das ignoradas básicas - das editoras convencionais. A Amazon, além de pagar 70% de royalties para o autor (contra 10% das editoras tradicionais), ainda presta um serviço maravilhoso para a humanidade incentivando a democracia sobre a liberdade de expressão. 
 
Pesquisando na internet (sim, continuo pesquisando...), encontrei dezenas de sites e vlogs (videoblog, geralmente no youtube), com entrevistas e dicas de escritores que venderam milhares de cópias de seus livros pela Amazon. Hoje já há outras plataformas digitais como a Kobo, mas ainda nenhuma delas se compara a  Amazon, que é a líder mundial. Quem publica na Amazon tem seus livros expostos mundialmente em menos de 5 minutos! As oportunidades de negócios ampliam vertiginosamente. No Brasil o ebook ainda não tem tanta procura como tem nos Estados Unidos, mas devemos nos lembrar que há milhares de brasileiros no exterior que também são leitores potenciais. O fato do seu livro ser lançado digitalmente em português não vai te impedir de encontrar leitores dessa língua em outros países.
 
Para os leitores de ebook a maior atração são os preços. De modo geral, os ebooks podem chegar a custar 70% mais baratos do que os livros impressos tradicionais. Isso ocorre porque não há gastos com impressão, papel, editoração e distribuição. O valor do ebook diz mais respeito ao valor da propriedade intelectual do artista do que com o custo físico da obra. Escritor também tem conta para pagar  e os seus royalties equivalem ao salário de qualquer outro tipo de profissional.
 
Para quem ainda está em dúvida sobre a plataforma virtual, gostaria de sugerir que visitasse a página do KDP (https://kdp.amazon.com/kdp/self-publishing/signin) e assistisse ao vídeo tutorial da Amazon com o passo a passo de como se publicar um livro (http://www.youtube.com/watch?v=_xEo_EPp7FE). O processo todo é muito simples. O programa converte o texto do Word para a versão Kindle de forma automática, você faz o download da capa (com o mínimo de 1000 pixels), preenche o formulário, dá os dados  da sua conta, e pronto. Há um formulário sobre questões fiscais que é obrigatório, mas para quem não é americano, é tudo muito simples. Além disso, sugiro que visitem sites e blogs que divulgam o assunto e dão dicas de publicidade e marketing para quem quer se tornar um Indie Writer (autor independente). A coisa anda tão avançada lá fora que alguns escritores olham com desconfiança para os autores que publicam de forma convencional. Uma verdadeira revolução!
 
Para conhecer minha obra em ebook publicada pela Amazon, acesse aqui:
  
 
    

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Presente de natal!

 
 
Artista que é filha de artista e trabalha com arte ganha um monte de presente legal como esse: minha foto em estilo mangá feita pelo Ricardo Ramos, meu pai. Amei, pai! Presentão de natal!


Colunista Party Girl: Miki de Goodaboom

 
A artista plástica francesa, Miki de Goodaboom, é apaixonada por cores, arte, beleza, música  e viagens.
 
Quando lhe apresentei o projeto do Party Girl, ela se encantou e resolveu aceitar meu pedido para que mantivesse uma coluna permanente no Blog do Party. A ideia era enviar os sketches (desenhos) que ela faz das meninas estilosas da Europa, acompanhados de uma crônica sobre a realidade das teens europeias que ela encontra por lá.
 
Mas a Miki, inteligente e perspicaz do jeito que é, revolucionou a coluna trazendo novidades sobre o mundo das party girls de todas as idades e não apenas das mais jovens! É uma delícia ler a coluna de Miki e fico sempre ansiosa esperando pelo último texto! Como a Miki não fala português e seus admiradores vivem espalhados pelo mundo, resolvemos manter a coluna bilíngue para que todos possam ler. Visite o Blog do Party Girl e conheça a coluna da Miki, sempre ilustrada com seu trabalho magnifico que ela, tão generosamente, compartilha com a gente. :)
 

sábado, 14 de dezembro de 2013

Natal na Loja Virtual!




Visite a Loja Virtual Tamara Ramos no Facebook e faça seus pedidos!
Ou peça pelo e-mail: tamramos@gmail.com

Reinvente-se

 
 
Quando mudo a mim mesma, ajudo a mudar o mundo. :)


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Chanel e eu



  
Nesta manhã recebi um presente da minha amiga e pintora Miki de Goodaboom: uma caricatura minha e da Chanel assinada por ela! Adorei! :) 

sábado, 7 de dezembro de 2013

Processo de criação...





Um pouco de realidade para quem pensa que na vida de um escritor tem apenas glamour...
Meu dia a dia é simples. É assim que escrevo meus livros: sem maquiagem, sem distração ao redor, sem salto alto e sem luxo algum.  A única coisa que não pode faltar é uma boa música de fundo. Atualmente tenho escutado as bandas: The Smiths e She & Him.


From my playlist...


 
Banda: The Smiths

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Autografando Irina Bloom...




quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Por que não?

 

 

 

 

 

 

 

Já pensou em mudar de cara, de vida, de lugar?

E por que não experimenta, só pra variar?

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

INSPIRAÇÃO PARTY GIRL

 Eu realmente não podia prever o bem que esse projeto do Party Girl faria a mim.  Além de me acalmar, me afastar um pouco da seriedade psicanalítica com que vejo as coisas e me deixar por dentro de um monte de novidade legal que está acontecendo no mundo, ainda me diverte à beça!
 
E o melhor, o projeto tem inspirado outras pessoas a rejuvenescerem e levarem a vida com mais leveza. Está sendo mesmo muito legal mesmo. Essa semana o Party Girl no facebook está com um especial sobre o Japão. Coisas incríveis estão acontecendo por lá também! 
 
Agora comprei o livro infantil da Madonna - que ela jura que é para adultos também - e vou iniciar uma leitura totalmente oposta ao que normalmente leio. O livro AS ROSAS INGLESAS foi lançado em 2003, e mesmo sendo fã da Madonna como sou, ainda não li. Quem sabe a história das rosas inglesas tragam inspiração para o meu próximo livro?
 
Hoje vou jogar tudo pro alto e me dedicar a essa leitura inusitada sem culpa!
 
Ah! E ainda recebi outra coluna divertidíssima da pintora Miki de Goodaboom! Já está postado lá no blog do Party em português e em inglês. ;) Confiram!
 
 
 
 
 
   

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

PARTY GIRL - Minha alta terapêutica

 
 

O meu mais novo projeto chama-se Party Girl. Quem acompanha o blog já leu alguma coisa a respeito, né? Considero o Party Girl como a minha alta terapêutica. Após passar quase quatro anos estudando psicanálise, resolvendo meus problemas neuróticos e passando por um processo de reconstrução da minha identidade, acabei encontrando a cura num site adolescente.
 
Parece algo maluco e inusitado, mas se você parar para pensar bem... não é.  Ao longo dos anos vamos nos complicando. Todo aquele ímpeto da juventude começa a esbarrar em problemas concretos como necessidade de trabalhar, pagar contas, se dar bem profissionalmente, ter um relacionamento estável, criar uma imagem de respeito e ter um CPF limpo. É muita responsabilidade!
 
Quando percebemos, estamos aumentando a altura da saia, diminuindo o tamanho do decote, falando de forma mais comedida, deixando alguns sonhos para trás, nos contentando com menos do que sonhamos para nós. E é nesse momento que as dificuldades começam a aparecer. De repente estamos trabalhando com algo que não nos satisfaz, mantendo um relacionamento/namoro/casamento que beira à mediocridade e nossa aparência vai ficando sisuda e um pouco séria demais. 
 
Há quatro anos eu estava assim. Infeliz, cansada e me adaptando à circunstâncias duvidosas. O colapso não demorou muito a chegar. Corações partidos, dívidas, sofrimento. E foi neste exato momento que a equipe de resgate psicológico chegou à minha vida: Freud, Jung, Carmem Dametto, Marie Louise Von Franz, e outros psiquiatras excepcionais que passei a estudar com interesse e disciplina. O meu caso era mesmo psicanalítico e, naquele momento obscuro, só Freud poderia me salvar!  
 
Mas depois de passar por todo esse processo intrincado, cheguei tanto ao fim do poço como ao começo de uma nova estrada. E de repente me descobri curiosa e ávida por novidades, com vontade de jogar todo aquele lixo emocional fora, enterrar de vez histórias falidas e, finalmente, mudar de assunto. Até que um dia me deu vontade de experimentar lentes de contato coloridas. Sim, foi isso mesmo que eu disse, lentes coloridas! E uma mudança tão radical dessas só podia estar anunciando um acontecimento bombástico: eu estava curada!
 
Pus-me então a pesquisar na internet tudo sobre cores, formatos e estilos das tais lentes coloridas, e descobri que quem sabia mesmo dessas coisas era uma galera bem mais jovem e antenada do que eu: a galera teen da nova geração! Após escolher cuidadosamente as minhas lentes (que uso só quando me dá na telha), comecei a ler tudo o que os adolescentes estavam escrevendo sobre comportamento, relacionamentos, moda, estilo e música. Fui mergulhando nesse universo sem perceber, pois era tudo tão divertido que nem me dei conta da quantidade de informação nova que eu estava adquirindo.
 
Como escritora foi impossível não me sentir inspirada a escrever um novo livro para contar um pouco sobre essa experiência. E foi por isso que criei o Party Girl, para armazenar as informações que eu usaria posteriormente no processo de escrita do livro.  
Mas o que veio a seguir foi uma surpresa... Não só os teens se animaram com o projeto, mas as mulheres adultas também! Aliás, o objetivo do Party é mesmo esse: ajudar as mulheres mais velhas a se reaproximarem das garotas ousadas, cheias de sonhos e incríveis que foram um dia. O Party Girl é uma tentativa de expandir meu processo de renascimento a todas as mulheres que estiverem afim de enterrar as coisas ruins do passado e retornarem ao ponto de partida.
 
E há ponto de partida melhor do que esse? :) Atualmente sinto-me de volta aos 15 anos. Como diz o título do livro novo de Bruna Vieira (18 anos, blogueira influente e escritora), "De repente 15", é o meu lema atual e o melhor que poderia me acontecer neste momento.
 
Se você pudesse me ver enquanto escrevo esse post, garanto que ficariam inspirados. Estou aqui de rabo de cavalo, ouvindo música alta (o cd do She & Him - volume 3 , que eu amoooooo), de shortinho jeans desfiado e feliz da vida com a minha nova idade recém readquirida!
 
Junto com as colunistas teens do Party Girl, outras colunistas de idade mais avançada foram chegando... Miki de Goodaboom, 58 anos, por exemplo, ficou tão encantada com o projeto que passou a escrever no Blog Party Girl e está pensando em desenhar as garotas festeiras de dezenove anos que encontra por aí. E outras colunistas maduras, que estão resgatando suas garotas perdidas por meio do Party, também estão se aproximando aos pouquinhos... No início um pouco tímidas, com medo de revelar o nome e a idade, mas com uma vontade enorme de ir lá no passado atrás de sua party girl adormecida, acordá-las do sono profundo e compartilhar seus sonhos antigos com a gente. 
 
A vida é feita de ciclos, mudanças, alterações hormonais e aumento de peso (nós, mulheres, que o digam!), mas o que me importa de verdade agora é tocar o Party Girl pra frente e expandir essa corrente animada movida a muita música, guarda-roupa colorido, sapatilha bailarina e cup cakes de chocolate com recheio de creme!  ;) 
 
Abraço carinhoso a todos os meus leitores!
Tamara Ramos
 
 
 
 

domingo, 24 de novembro de 2013

O que estou ouvindo enquanto escrevo para você....


 
Banda: She & Him
Música: Lingering Still
 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

IRINA BLOOM PELO MUNDO


 
 
 
 
 
                  

 
Meu livro recém-lançado, Irina Bloom, já está rodando o Brasil e sendo apresentado ao mundo por meio de produtos diferentes que levam sua marca. Os leitores que adquirem os livros pela minha Loja Virtual criaram o hábito de enviar fotos dos livros assim que eles são entregues em suas casas! Adoro esse mimo e coleciono todas as fotos!
 
A foto acima é de uma leitora de São Paulo, e logo em seguida, a foto do livro enviada por uma leitora do Rio Grande do Sul. :) Bom demais!
 
Para este natal foram produzidas canecas da Irina Bloom em duas cores lindas: pink e cereja! As canecas podem ser adquiridas pela Loja Virtual.
 
Irina também virou capa de Iphones e celulares que estão sendo produzidos nos Estados Unidos e enviados para o mundo inteiro através do site da artista plástica Miki de Goodaboom. Esse produto é exclusivo e só pode ser adquirido no link abaixo:
 
É o mundo encantado de Irina Bloom ganhando o mundo! :) 


quinta-feira, 14 de novembro de 2013

APRENDENDO A EMPREENDER

 
 
Durante todo o ano de 2013 dei palestras em universidades, escolas e empresas, tendo falado diretamente para mais de mil e quinhentas pessoas. Em todos os lugares que passo sinto que há uma vontade genuína de crescimento, mas falta uma visão mais aberta e consciente sobre o sucesso. Quando criticamos personalidades que estão num patamar acima do nosso do ponto de vista profissional, cometemos profunda autossabotagem.
 
Logo no início da palestra apresento frases e fotografias de gente famosa que causam polêmica. A Madonna, por exemplo, é a celebridade que causa o maior número de rejeição. O fato do público rejeitar a Madonna diz muito sobre a nossa sociedade. A rainha do pop é criticada e odiada inconscientemente porque faz no palco o que o mundo inteiro faz escondido! Sexo e sexualidade ainda são assuntos tabus, o que deveria nos causar estranhamento em pleno século XXI. Madonna chegou em Nova York ainda jovem com apenas 17 dólares no bolso e uma vontade fenomenal de conquistar o mundo. E venceu. Além de cantora e dançarina, Madonna é escritora, produtora, estilista e compositora, obtendo um sucesso estrondoso em tudo o que põe a mão. Só isso já seria motivo de muito respeito e interesse, pois afinal, uma pessoa bem sucedida do calibre da Madonna deveria ser estudada de perto. Madonna é um fenômeno tão grande que ainda hoje, após trinta anos de carreira, está no topo da lista dos artistas que mais faturaram no mundo.  
 
Infelizmente o preconceito grita mais alto e as pessoas resistem duramente ao sucesso e à personalidade da Madonna. Outras celebridades também causam esse tipo de reação como Freddy Mercury, Pablo Picasso e Coco Chanel.  
 
Para se ter sucesso na carreira, seja ela qual for, é necessário ter espírito empreendedor, dinamismo, ousadia, coragem e talento para inovar. Todas as dicas que precisamos para ter sucesso na carreira podem ser encontradas nas biografias de grandes vencedores e de empresários bem sucedidos ao longo da História. A palestra O SEGREDO DO SUCESSO dá um chacoalhão no público e tira todo mundo da zona de conforto. Para crescer em nossa área de atuação, precisamos nos despir de preconceitos, perder o medo de se destacar na multidão e ousar coisas novas impensadas antes de nós.
 
Investir na aparência, na qualidade de nosso produto e no nosso conhecimento,  são pontos fundamentais para quem quer se dar bem no mercado de trabalho. Não existe nada que seja impossível. Como dizia o Walt Disney, "se você pode sonhar, você pode fazer". Portanto, fica a dica para os jovens empreendedores cheios de projetos e de sonhos maiores: eliminem todo tipo de preconceito contra as pessoas bem sucedidas e tente aprender com elas. Certamente isso o levará a um crescimento exponencial.

PALESTRA "O SEGREDO DO SUCESSO" NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE GUARAPARI








Mais uma noite de palestra com auditório lotado! Dessa vez a palestra foi feita na Secretaria de Educação de Guarapari para os alunos do PROJOVEM, curso profissionalizante. Adorei! :)
Dia 13.11.2013   

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

DEPOIS DOS 30...



Minha primeira Capricho após 20 anos! Entre os meus 12 e 15 anos, fui uma ávida leitora da revista Capricho. Lia, colecionava, guardava e sonhava com os editoriais todos! Agora, por causa do lançamento da página Party Girl (que irá aproximar adultos e teens), comprei a revista de novembro para me atualizar. E estou novamente encantada! Quero ver onde essa aventura vai parar... Daqui a pouco vou virar a versão feminina do Benjamin Button! rsrsrs
Curta o Party Girl: https://www.facebook.com/tamararamospartygirl?fref=ts

Tamara Ramos

sábado, 9 de novembro de 2013

TAMARA RAMOS PARTY GIRL - Lançamento!


 
 
Navegando pela internet, (re)descobri um lugar fantástico que já não visitava há 20 anos: o mundo teen! Os adolescentes estão anos-luz à nossa frente no que diz respeito a música, comportamento, relacionamentos, moda, literatura e ideais. Pensei em todos os meus amigos que são pais de adolescentes e fiquei com vontade de compartilhar minhas descobertas com eles. Para isso estou lançando hoje o Tamara Ramos Party Girl, uma página especial no facebook que será um ponto de encontro entre os adultos e os adolescentes. No Party Girl vocês vão ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo dos teens. Terei colaboradores adolescentes que estarão enviando novidades diariamente para que ninguém fique desatualizado! Vou mandar convites para todos e espero de coração que curtam essa página, pois vocês vão se surpreender com a ousadia e inteligência dessa galera!
Abraço a todos!
Tamara Ramos


sexta-feira, 8 de novembro de 2013

FANTÁSTICOS FEITIÇOS DO TANGO


 
RESENHA:  dia 5 de novembro, no jornal O Fluminense, de Niterói, o jornalista Roberto Santos publicou uma resenha sobre o livro UM TANGO PARA ALICE


FANTÁSTICOS FEITIÇOS DO TANGO

“A primeira nota do tango ecoou pelo salão, as luzes se apagaram e um ...holofote foi disparado em nossa direção. O clube inteiro estava ávido para presenciar aquele espetáculo inusitado, pois ninguém jamais havia visto Alice nos braços de um parceiro como eu”. (pág.98).

Um Tango Para Alice. Tamara Ramos. Ársis Editora. 152 páginas. R$ 30.

Para Jorge Luis Borges, o tango, inventado em 1880, tornou-se “uma dança muito lasciva, uma espécie de paródia do ato de amor”. Além desse caráter de indução sexual, mistério e feitiço rondam a famosa dança argentina. O presente livro de Tamara Ramos nasceu de pesquisas sobre psicanálise junguiana, bases fundamentais para entender um encontro entre duas mulheres completamente opostas — Alice, uma dançarina de tango, e Maria, que se sente infeliz e busca emoções, casada com Carlos, um chef famoso.

 O ambiente de El Viejo Almacén, com sons dolentes de acordeão e violino, mostra Alice a dançar. Carlos e Maria sentem-se atraídos por ela. E, desde então, Maria foi tão tocada que, de repente, largou o casamento em São Paulo e foi viver uns tempos em Buenos Aires, onde começou a procurar Alice. Nesse meio-tempo, toma aulas com Alejandro para ser uma tangueira. E, com isso, vai conhecendo muita gente diferente — a começar por Ferdinand, uma figura misturada de homem e mulher, que a leva para visitar o Alsina, clube frequentado por homossexuais...e tudo acontecendo por “um pouco de tango barato e uma dançarina de quinta categoria de um bordel argentino”.
Gira o tempo e Maria vai trabalhar como recepcionista numa galeria de arte. Pela segunda vez tem a oportunidade de ver Alice dançando no Taconeando, luxuosa casa de espetáculos. Amigos de Ferdinand observam: “Alice é a mulher que todo gay queria ser.”, Até que, num dado momento, Maria transforma-se em Isabelle, mulher de fraque e chapéu, com porte masculino. Surgem em Maria conflitos de identidade sexual e aparece Pablo, belo jovem de 25 anos, aspirante a pintor.

 Marchas e contramarchas existenciais tomam conta de Maria/Isabelle. E um inusitado encontro a sós dela com Alice, que é paga para isso. Também explode um beijo prolongado com o pintor Pablo. A vida corre e Maria retorna rapidamente a São Paulo, onde se encontra com o ex-marido. Há um crescendo de indagações sobre a natureza das identidades e das definições sexuais. O final é extraordinário, Um vivo tango tangolomango para o leitor.


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

IRINA BLOOM


COINCIDÊNCIAS MÁGICAS!


 
 
A artista plástica Miki de Goodaboom, ilustradora da capa de IRINA BLOOM, costuma sentar em locais públicos mundo a fora e retratar tudo o que vê. A capa de IRINA BLOOM foi inspirada numa jovem descolada que a pintora viu num bar de artistas na Itália em abril de 2011. Há duas semana Miki viajou pela Espanha e a viu passando no meio da rua! Lá ia ela com suas botas pinks e seu jeito enigmático. Miki de Goodaboom desenhou a moça novamente e enviou para mim! Parece mesmo um sinal.  É muita coincidência a moça aparecer novamente diante da artista, dois anos depois, no período de lançamento do livro!
 
Não é a toa que IRINA BLOOM está fazendo esse sucesso todo logo na primeira semana de lançamento!  

terça-feira, 5 de novembro de 2013

IRINA BLOOM

 
Depois de muita expectativa, atrasos e demora, IRINA BLOOM  saiu! :) Irina Bloom é meu quarto livro e um dos que mais demoraram a sair.
 
O livro foi produzido em pequena tiragem e edição especial de luxo.
 
Ilustrado com fotos de Portugal e belamente impresso, IRINA retrata a experiência que tive durante o ano em que morei do outro lado do oceano. Embora os personagens do livro sejam fictícios, os dilemas e questionamentos de Irina são reais.
 

Essa obra levará o leitor a uma inesquecível viagem a Portugal e aos caminhos da erudição!
 
      SINOPSE:
 
Irina Bloom é um texto curto, inspirado pelo estudo que fiz de “short stories” inglesas, escocesas e francesas dos séculos XIX a XXI. Esse texto teve 100% de aprovação dos leitores críticos após análise do original.
A diplomata brasileira Irina Bloom sofre uma profunda decepção ao descobrir, num evento de recepção para os grandes líderes mundiais, que nenhum dos ministros e presidentes presentes cultuavam o hábito da leitura. Num ato de desespero quase cômico, Irina demite-se do cargo diplomático e emigra para Portugal na tentativa de encontrar as cabeças pensantes da sua geração.
Desiludida com o senso comum dos brasileiros que só se ocupam de samba, futebol e outras futilidades, Irina vai para a Europa apenas para descobrir que o ser humano é exatamente igual em qualquer país, pois a condição humana é um fio que nos liga e faz de todos nós um só. Durante esta jornada Irina fica amiga de um  velho e rabugento ex-cônsul português proprietário de uma editora excêntrica que vai encantar o leitor. A jovem diplomata também vai conhecer um quarteto de jovens artistas europeus que vão iniciá-la numa discussão divertida e filosófica sobre a importância da literatura clássica e moderna. Irina acaba por fazer as pazes com sua nação e descobre que a literatura deve servir à vida, e não o contrário.
Uma obra divertida, poética, provocadora, polêmica e adulta. Uma declaração de amor explícita à literatura, aos autores clássicos e contemporâneos e, principalmente, um manifesto de amor e respeito por todas as nações.
 


segunda-feira, 4 de novembro de 2013

LANÇAMENTO DO LIVRO "IRINA BLOOM"





CHEGOU!! Hoje recebi da editora meu livro novo IRINA BLOOM, tão anunciado e esperado aqui no blog. :) O livro esteve em pré-venda e surpreendeu pelo número de pedidos! Amanhã estará disponível na minha Loja Virtual. Ótima dica para o natal!

Peça o seu pela Loja Virtual no Facebook: https://www.facebook.com/LojaVirtualTamaraRamos?ref=hl

domingo, 3 de novembro de 2013

REINVENTE-SE!



Vira e mexe escuto artistas falando mal ou julgando outros artistas por sua irreverência, ousadia ou performance. Geralmente, os artistas que falam mal dos colegas são justamente aqueles que fracassaram no ofício. São pessoas que não conseguiram conquistar um lugar ao sol ao lado dos grandes nomes da sua área de atuação. Levantam a cabeça do alto de sua pequenez e disparam críticas de artilharia pesada contra os gênios da música, da pintura e da escrita. Criticam também a aparência dos bem sucedidos, seus trejeitos, timbre de voz e suas escolhas pessoais. Alguns desses críticos ainda são homofóbicos e intolerantes com a sexualidade alheia. Acredito que, independente de ser artista ou não, todos devem ter direito à livre expressão e o direito de revelar a sua essência íntima. Qual o problema de ousar, trocar a cor dos olhos e dos cabelos, botar a energia vital no palco enquanto canta, amar homens ou mulheres, rebolar, viver e vibrar? Essas pessoas deveriam inspirar-se em quem está num degrau acima deles e, de vez em quando, reinventarem-se também. :)
 

Divirtam-se, reinventem-se, tentem coisas novas, mudem a cor dos olhos, do cabelo, da maquiagem, abram a mente, renovem conceitos, ousem!

sábado, 2 de novembro de 2013

MUDE O VISUAL!



Mulheres são especialistas em mudar de cara. Mudamos a cor dos cabelos, pintamos as unhas, trocamos de look conforme o nosso estado de espírito, fazemos cirurgias plásticas no nariz, nos seios, na barriga, usamos saltos altos e adoramos um batom vermelho. Portanto, por que não mudarmos também a cor dos nossos olhos?  
 
Quando o assunto é lente de contato colorida a opinião logo se divide. Algumas pessoas mais conservadoras pensam que deveríamos nos conformar com os genes herdados e pronto! Mas pesquisando na internet descobri que há muita gente aficionada pelas lentes e há comunidades inteiras que se dedicam a debater sobre o tema. Eu li todos os editoriais, comparei fotos e resolvi arriscar! Como uso lentes de contato há 20 anos (sou muito míope e não enxergo nada sem minhas lentes), decidi ousar e experimentar novas cores. Adorei! 
 
Eu adoro a cor natural dos meus olhos que são castanhos claros, mas confesso que o efeito das lentes realçaram muito o meu rosto. Fiquei com vontade de experimentar todas as cores!
 
Então galera, vamos abrir a cabeça para as infinitas possibilidades e experimentar algo novo no visual nosso de cada dia. :)  
 
LENTES DE CONTATO COLORIDAS: Algumas pessoas ficaram inspiradas com a mudança da cor dos meus olhos e estão me perguntando sobre cores, onde comprar, o que comprar, etc. Então vou compartilhar com vocês 2 blogs legais que irão ajuda-los a mudarem o visual também. Quem vai arriscar?
Blog 1: http://www.kittycatmakeup.com/2011/12/lentes-de-contato-coloridas.html

Blog 2: http://makefeita.blogspot.com.br/2011/05/minhas-lentes-de-contato-coloridas.html

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

MEU ESCRITÓRIO



 
 
 

As pessoas sempre me perguntam detalhes sobre meu trabalho. Querem saber quantas horas por dia eu escrevo, onde eu escrevo, se meu local de trabalho é grande ou pequeno, se tem muitos livros, se é colorido, clean ou preto e branco. Bom, o escritório dos meus sonhos é amplo, cheio de livros, com sofás e alta tecnologia, mas.... O escritório real é mais simples do que isso, mas muito aconchegante também!
 
Pela primeira vez divulgo meu cantinho de trabalho, com muitos livros ao redor, arte e souvenires que trago de minhas viagens pelo mundo. É aqui que nascem os personagens que têm encantado os leitores. Fiona, Alice, Neurótico e tantos outros vieram desse ambiente!
 
Meu ritmo de trabalho é bem variado. Quando estou inspirada chego a trabalhar 6 horas por dia. Mais do que isso é complicado porque a mente começa a ficar cansada. Fiona levou dois meses para ser concluída, já Alice ficou pronta em quinze dias. Não há uma data previamente estabelecida a menos que eu esteja preparando algo para concursos literários. 
 
Normalmente escrevo aqui no meu cantinho improvisado, mas às vezes os livros surgem durante uma viagem. Esse é o caso de IRINA BLOOM, que foi todo escrito durante o tempo em que morei em Portugal.  
 
As pessoas acham que o trabalho do escritor é apenas escrever, mas isso está longe da realidade. Sou minha própria empresária e há muito trabalho a fazer além de escrever histórias. Mantenho a Loja Virtual, cuido pessoalmente de todos os detalhes de impressão, assessoro outros autores, dou palestras pelo país, cuido da preparação, divulgação e venda das obras, além de outros projetos paralelos como roteiros para a TV e para o teatro. Sem mencionar as inúmeras horas dedicadas à leitura... O horário é flexível, mas o trabalho é duro! rs 
 
Espero que tenham gostado do meu ambiente de criação. Até a próxima! ;)